Um guia inicial sobre vendas para freelancer

Vender não é um bicho de 7 cabeças, por isso reuni algumas dicas de vendas para freelancer

Como Profissional Freelancer você é seu próprio patrão, tem liberdade de horário, e principalmente liberdade de de lugar para trabalhar… Isso é o sonho de quem já está atuando e de quem quer começar efetivamente e se profissionalizar. Falar de vendas para freelancer não é algo simples, nem por isso precisa ser tachado de chato.

Talvez você não seja “full-time”, e ainda esteja atuando em um emprego/agência. Talvez você já esteja a algum tempo nessa jornada. Seja qual for seu momento agora, acredito que você também pode ter alguns problemas quando o assunto é vender, mas não precisa ser assim, abaixo vou elencar algumas dicas que acredito ser essencial para um profissional freelancer quando o assunto é vender!

1) Mude seu modo de pensar

Você não pode ter MEDO de vender e no geral essa é a primeira barreira. Muitos profissionais vem do mercado tradicional de trabalho e no geral nunca precisaram vender, isso com certeza assusta um pouco, mas acredite depois do primeiro cliente, você poderá até gostar disso.

Outro motivo muito comum para o freelancer se sabotar é que no geral temos uma “mentalidade equivocada”, como se ser vendedor fosse desagradável para o cliente!

Você precisa mudar sua percepção, vender é a ALMA de seu negócio, e se você quer se profissionalizar, você também tem que aprender a vender. Se você acredita no seu produto, e sabe que entrega VALOR para seu cliente, não tema: VENDA. 

Partindo desse princípio, você precisa estar aberto para interagir com pessoas de todos os tipos. Algumas dessas interações vão ser desagradáveis, outras farão seu dia valer muito mais!

DICA PRÁTICA: Tire momentos do seu dia, organize seu dia em blocos de tempo, exemplo:

  • 10h as 12h: Responder e-mails, ligar para clientes, prospectar;
  • 12h as 13h: Almoço
  • 13h as 15h: Projeto 1 (Vamos falar sobre gestão em outro momento)
  • 15h as 17h: Projeto 2

E assim por diante! Assim você não precisará ficar olhando seu e-mail de tempo e tempo e terá o momento certo para se focar exclusivamente EM VENDER.

Lembre também que não é necessário seguir a risca um planejamento assim, mas é necessário um “disciplina focada”.

Outro motivo pelo qual digo que essa dica é especial: você não pode parar de vender mesmo quando sua agenda estiver cheia, isso porque, quando você finalizar todos os seus projetos, você precisa ter novos para substituir, ou poderá não ter o dinheiro necessário para o próximo mês, para as próximas contas! ><

A prospecção TEM que fazer parte da sua rotina!

E claro para NÃO SE PERDER com quem são seus prospectos eu sugiro que utilize algum software simples de CRM (Dá um rápido Google caso não saiba, muito sobre esse assunto), minha recomendação é o AGENDOR (Que é 100% FREE).

Caso não curta muito, sugiro que tenha então uma planilha, como essa aqui, eu explico o funcionamento dela em vídeo que fiz só para isso!

2) Prospectando na real:

Acredito agora o segundo maior problema é “ONDE eu encontro esses clientes?”

Eu já disse um pouco antes que você deve começar a pensar como empresa, e como tal é preciso conhecer seu público-alvo, você NECESSARIAMENTE tem que compreender quem você quer atingir, para quem você quer vender, e definir algumas informações sobre o perfil deles:

É uma pessoa física ou uma empresa? Se é empresa qual é o porte dela? Pequeno, médio ou grande porte? Qual setor de atuação? Quais são os problemas dela? Como você soluciona esse problema? Elas estão no digital? Quais as principais redes sociais dela?

Em um primeiro momento você irá responder essas perguntas de forma empírica mesmo, não há muito o que fazer se você está começando.

Se no entanto você já está na jornada, você pode usar os dados dos clientes que já atende, especialmente aqueles que você gosta, e tem um boa sinergia ao trabalhar com ele.

Uma vez que o perfil do seu público-alvo esteja traçado, vamos a caça…

Acionando sua Rede de Contatos:

NETWORKING é tudo na vida de um profissional independente, definitivamente você precisa ter um Networking, por isso deixei esse assunto para alguém que entende, e aqui deixo o link do Aparelho Elétrico, um supor PodCast!

Uma vez que você esteja iniciando sua carreira freelancer, faça uma lista de todos os serviços/produtos que irá vender e comece anunciando em suas redes sociais, informe os amigos via whatsapp, messenger e até por e-mail, sobre seus serviços, mesmo que eles não sejam potenciais compradores, ainda assim podem acabar indicando para alguém.

Só cuidado, não abuse e não envie uma mensagem robotizada e automatizada, seja HUMANO, e faça isso de uma forma que sua prática não seja considerada Spam!

Essa dica por si só já deverá pingar algum contato e você já poderá prospectar seu primeiro/próximo cliente.

Não perca oportunidades:

Se você participa de eventos da sua área, é um ótimo momento para crescer sua rede de contatos e network, criar novas conexões e até mesmo parcerias!

Alias parcerias é uma ótima forma de começar a encontrar novos clientes, fique sempre de olho, esteja em contato com amigos, escreva para blogs do seu setor, e sempre que pintar uma boa parceria, não deixe passar! Esse é mais um dos milhões de assuntos que quero trazer.

Sua rede não é a única forma de encontrar seus primeiros (ou próximos) clientes, mas para as alternativas que darei adiante você precisará de um pouco mais de esforço e precisará focar suas energias com mais vigor!

Sites para Freelas:

Essa não é a forma que mais gosto, particularmente eu nunca consegui um único contrato por nenhuma delas (Freelancer, Workana, 99Freelas, etc), mas conheço alguns profissionais que até conseguem algo, a troco de algum esforço e muita, muita paciência.

Entretanto o facebook, a maior rede social do mundo, tem variados grupos exclusivos para esse tipo de divulgação, e embora a concorrência seja tão grande quanto nos sites que citei, a dinâmica é melhor e você não terá impedimentos para contatar diretamente seu potencial cliente.

Participe principalmente de grupos de freelas da sua área, mas não se limite a eles, sempre poderá encontrar algo em grupos similares: se você é da área de web, participe de grupos de design, e vice-e-versa!

Crie um programa de indicação:

Se você está no caminho já algum tempo, crie algum sistema de programa de indicação para clientes antigos e ativos.  Ofereça um desconto para cada indicação que ele fizer e fechar contrato, ofereça algum “bônus”, uma arte, uma landing page, um banner, etc, para um próximo serviço.

Essa é uma excelente forma de crescer sua rede, e chamar mais clientes.

4) Fechando negócios.

Partindo do principio que você colocou algumas dessas dicas em prática e conseguiu seu primeiro contato, ele certamente te pedirá um orçamento e por fim te pedirá uma proposta, enquanto não escrevo sobre isso, eu sugiro esse post do Grande Waltter Mattos, lá você poderá ver um modelo bem prático que eu mesmo usava até recentemente (adaptado para minha realidade é claro).

Uma proposta bem elaborada vai facilitar muito a comunicação e o trabalho, nunca deixe de apresentar uma proposta PROFISSIONAL, não mande preço pelo whatsapp, ou direto no corpo do e-mail, isso passará uma sensação de que você realmente não sabe o que esta fazendo.

Elaborada a proposta, formatada e já com a sua identidade visual, anexe-a ao seu email e só então envie.

Uma vez enviada a proposta e as negociações iniciadas, você precisará manter tudo devidamente organizado, então volte ali acima no post e pegue a planilha que deixei pronta pra uso, deixe registrado cada etapa de prospecção, isso ajudará você a se organizar com a quantidade de proposta em andamentos e nunca deixar um cliente sem resposta.

Eu sugiro que você faça follow-up a cada dois dias, então após envio da proposta dê um tempo para seu cliente ler e analisar, caso ele não te retorne envie um novo e-mail até dois dias depoi, pergunte se teve tempo de ler sua proposta, faça um próximo follow-up em mais 3 dias, e assim sucessivamente.

Outra coisa que costumo colocar em prática é delimitar data para expiração da proposta, coisa dentre 10 a 15 dias, a depender de cada projeto. Isso reafirma a necessidade de urgência e mantém seus projetos em dia, uma vez que a proposta tenha expirado, você sempre poderá refazer e recalcular com base nas demandas que você terá na epóca (Posso fazer um vídeo explicando melhor, se quiser – mas deixa nos comentários para eu saber!)

Por fim após o aceite da proposta não deixe de formalizar em documento, e sugiro muito que seja feito um contrato, mesmo que simples (em breve trarei meu modelo que uso e compartilho com amigos freelas!).

Pós venda

Projeto entregue e finalizado, o processo de venda ainda não acabou! Lembre-se que seu cliente é essencial para que seu negócio continue fluindo.

Cada área e projeto é único, por isso falar de pós-venda é um pouco mais complexo e pretendo fazer com maior profundidade no futuro, mas o básico é: após a entrega do seu projeto (site, marca, texto, etc),  pergunte ao seu cliente o que achou, faça uma pequena pesquisa de satisfação e não deixe de pedir um pequeno depoimento, que poderá ser útil principalmente para outras vendas!

O Processo de pós-venda é essencial, jamais entregue um produto e abandone seu cliente, bem possivelmente ele terá dúvidas, ofereça sua assistência para ele, e sim, cobre por isso na hora de calcular o projeto. Parte desse processo também pode envolver a entrega de algo além do contrato (que seja uma arte, um brinde ou mesmo o acompanhamento técnico de algo).

Aproveite esse momento também para perguntar (sem medo ok?) se seu cliente tem alguém para quem te indicar. Isso facilitará e diminuirá um baita ciclo de venda – indicações valem MUITO, e no geral são responsáveis pela maior parte das vendas de um freelancer!

Muito bem eu realmente não esperava que o texto iria ficar tão grande, mas são MUITAS coisas, e muitas dicas! É hora de colocar a mão na massa e conquistar seus próximos clientes! Ainda há muito sobre o que falar, e prometo que volto logo mais! Não deixe de comentar o que achou, como anda suas vendas, e caso tenha alguma pergunta, não hesite em perguntar, estou aqui para te ajudar!

Desejo muito sucesso para suas próximas vendas e que 2018 seja recheado de muita realização!

Pin It on Pinterest

Share This