fbpx
Ser Freelancer

Um dos grandes desafios de todo freelancer é vender. São poucos aqueles que tem o tal “DNA do vendedor” já instalado de fábrica no seu cérebro. Muitos de nós não temos as “manhas”, as técnicas, nem paciência para vender.

Porém, para ganhar dinheiro e ter sucesso fazendo freela, é preciso vender, não é mesmo?

Relaxa! Vender não é um bicho-de-sete-cabeças. No guia a seguir vou te dar dicas simples e rápidas que farão você melhorar seu processo de venda, conquistar novos clientes, receber mais e lucrar muito.

Conheça seu público

O primeiro passo de todo freela que quer aprender como vender é conhecer seu público. E mais: entender que podem existir diversos tipos de públicos para atingir. Neste post com dicas para montar seu portfólio freelancer explico melhor, trago outras dicas, mas destaco o trecho a seguir:

Se você é designer e precisa enviar o portfólio para uma agência, pode ser interessante mostrar suas habilidades em ilustração, ou aqueles anúncios incríveis que criou. No entanto, se seu cliente é uma pequena empresa que quer um novo logotipo, talvez precise apenas ver os trabalhos que você criou com esse objetivo.

Entenda o que seu cliente precisa, assim você pode pensar em mostrar pra ele uma solução para um problema real. Aí sua venda vai ser muito mais efetiva e você vai deixar de ser como um operador de telemarketing que só liga para oferecer aqueles produtos que a gente não precisa.

Crie conteúdo

O conteúdo é o rei da comunicação atualmente. Criando conteúdo você entrega valor ao cliente. E geralmente faz isso de forma gratuita, aumentando a confiança que ele sente em você.

E não se assuste! Conteúdo pode ser criado de diversas formas: blogposts, artes nas redes sociais, e-books, vídeos, aulas, tutoriais, templates e mais uma infinidade de outras coisas.

Seja autoridade no assunto

Ao criar conteúdo você acaba se tornando uma autoridade no assunto. Se alguém ler um e-book desenvolvido por você, certamente vai pensar: “esse cara manja mesmo. Se um dia eu precisar de algo, é ele que vou contratar”.

Você cria conteúdo, mostra que sabe sobre determinado assunto, que é um ótimo profissional, se torna autoridade no assunto e, assim, acaba criando seguidores, fãs e clientes fiéis. Assim você também aumenta a sua rede de contatos. 

Cultive sua rede de contatos

Ter uma rede de contatos é um item chave para um freelancer. Essa rede pode ser real, com pessoas da sua família, colegas de escola, faculdade, de outros empregos anteriores. Ou até mesmo uma rede de contatos virtuais, adquiridos nas redes sociais.

O importante é criar esta rede e cultivar estes contatos. Se manter vivo na cabeça deles. Como diz a velha máxima: quem não é visto, não é lembrado.

Para cultivar essa rede de contatos você pode usar diversas estratégias: criar conteúdo e compartilhar nas redes sociais, site, em email marketing, etc. Pode também estar presente na vida dessas pessoas, encontrando-as em eventos, festas, na escola, na academia, na rua.

Não importa como, mas se mantenha vivo na cabeça dessas pessoas. Deixe que elas saibam quem é você, o que você faz e que, se precisarem, você está à disposição.

Venda pelas suas redes sociais

Suas redes sociais podem ser poderosas aliadas. Ao analisar o seu público-alvo, você conseguirá entender em quais redes ele está mais presente: Instagram, Facebook, LinkedIn, Pinterest, Tik Tok, são algumas delas.

Conheça mais sobre as funcionalidades de cada uma delas e monte uma estratégia para poder criar conteúdo relevante, que te mantenha em contato com seu público e, assim, você pode vender suas soluções.

Facebook e Instagram, por exemplo, permitem até que você crie uma loja e venda realmente através da plataforma.

Muitas dessas redes permitem que você faça anúncios, conseguindo alcançar um público novo, aumentando seus seguidores, possíveis clientes e relevância.

Facebook, LinkedIn e Whatsapp têm ferramentas para criação de grupos. Faça uma pesquisa e tente entrar em grupos relevantes para o seu negócio. Lá você pode divulgar seu trabalho e conseguir vender ainda mais.

Venda em sites especializados

Hoje existem diversos sites especializados, alguns mais genéricos e outros focados em determinadas áreas.

Faça uma pesquisa para encontrar aqueles que mais se encaixam em seu negócio. Alguns deles, que apresentam diversas oportunidades em vários ramos são: Jobzz, GetNinjas, Crowd, entre outros. 

Tenha seu próprio site

É superimportante que você tenha um site próprio para divulgar o seu trabalho. Primeiro porque isso não vai te deixar refém de uma plataforma ou ferramenta de terceiros. Se um site onde hospeda suas informações sair do ar, o que fazer?

Com um site próprio você pode organizar tudo do seu jeito, pode incluir vários tipos de conteúdos e materiais diferentes, enfim, existe uma possibilidade de personalização imensa.

Faça prospecção ativa

Uma das ações mais difíceis para a maioria dos freelancers é fazer uma prospecção ativa. Grande parte cria conteúdo, divulgar seu trabalho, encontra clientes em potencial, porém envia uma proposta e nunca mais entra em contato novamente.

Se você quer vender mais, precisa fazer prospecção ativa. Entre em contato, converse com seu cliente, entenda o que ele acha da sua proposta, do seu trabalho, qual o real problema e como você pode ajudar a solucionar.

Não precisa ser um chato, mas, como já citamos anteriormente, se mantenha vivo para ser lembrado.

Se mantenha atualizado

De nada ser um bom vendedor, se você não se manter atualizado, aprendendo, evoluindo em seu trabalho, na forma como atende os clientes e tudo mais. Não esqueça do famoso samba de Beth Carvalho: “camarão que dorme a onda leva.”.

Se você piscar, seu concorrente vai se aperfeiçoar e pode roubar seus clientes. Portanto, mantenha-se curioso, atualizado, aprendendo e evoluindo como profissional e ser humano! 

Faça um excelente trabalho

Quer realmente conquistar qualquer cliente? Faça um excelente trabalho. Ninguém resiste a um trabalho bem feito. Se possível, faça mais do que seu cliente espera. Entregue um excelente resultado.

Bote paixão naquilo que você faz. Faça com gosto. Faça porque gosta! Quando você faz algo de coração, faz muito melhor e seu cliente percebe isso.

E entre alguém que faz um trabalho bom e aquele que faz um trabalho excelente, que bota o coração em tudo que faz, é fácil saber quem leva a melhor, né?Se quer ir além, aprender ainda mais técnicas, então precisa conhecer o Manual Freelancer de Prospecção e Vendas, clica aqui e garanta já sua cópia.

Pin It on Pinterest

Share This