CNPJ para Freelancer, vale a pena?

Ainda está na dúvida se CNPJ pra freelancer vale mesmo a pena? Este texto vai te ajudar de maneira rápida e prática a clarear as ideias e entender se a formalização é o ideal pra você.

Você está realizando aquele velho sonho de ser freelancer, ter seu próprio negócio, fazer o que gosta e chegou num determinado ponto em que já está pensando se deve ou não adquirir um CNPJ.

Mas se está lendo isso aqui é porque provavelmente ainda não sabe se CNPJ para freelancer é realmente um bom negócio. Mas calma. Por isso estou aqui, agora. Pra tirar suas dúvidas da maneira mais simples e prática possível!

Responda as perguntas e saiba se agora é a hora de ter um CNPJ para Freelancer

Vou te fazer algumas perguntas simples. Ao final, dependendo das suas respostas, você vai saber se ter um CNPJ é o caminho para você ou não.

  1. Você tem interesse em se portar como um profissional especializado no que faz, apagando aquela ideia que alguns podem ter de você, de que faz apenas alguns bicos?
  2. Já deixou de atender clientes por não conseguir emitir notas fiscais?
  3. Tem vontade de conquistar clientes maiores e, consequentemente, ganhar mais?
  4. Tem interesse de firmar parcerias com outras empresas e ter acesso a facilidades que são concedidas apenas para quem possui CNPJ?
  5. Quer ter facilidade para abrir contas, receber descontos e contratar financiamentos bancários?

Se você respondeu sim para todas essas questões, então, parabéns: você deve se formalizar o quanto antes! Você tem todos os anseios de um empreendedor e precisa buscar um CNPJ para freelancer. Afinal, como você mesmo sabe, não ter essa formalização e não conseguir emitir notas fiscais acaba te impedindo de conquistar novos clientes.

Ok. Preciso de um CNPJ. Mas como faço?

Eu poderia dizer que “agora chegou a parte difícil”. Mas, não. Felizmente hoje temos uma grande facilidade em abrir uma empresa, principalmente para o pequeno empreendedor, aquele que está começando agora, o freelancer.

Comece sendo um MEI

O primeiro passo é você buscar ser um Microempreendedor Individual. O MEI tem CNPJ e todo status de empresa, porém não precisa passar por tanta burocracia, nem pagar tantos impostos, além de ser isento de diversas taxas. Além disso, é possível contratar até um funcionário e você também tem todos os benefícios do INSS, como licença saúde, salário maternidade e aposentadoria.

E quando eu falei que ser MEI era fácil, não era exagero. Você pode se cadastrar e fazer tudo pela internet, sem enrolação. Logo você já está cadastrado e com um CNPJ ativo. No Portal do Empreendedor você pode tirar todas as suas dúvidas e já abrir o processo para ter seu CNPJ para freelancer agora mesmo!

Depois é que vem a parte mais chatinha, que é ir até a prefeitura e solicitar acesso para emissão de nota fiscal. Mas nada muito complicado, e pode até ser mais simples, depende da cidade onde mora.

Dicas finais

Se você não quer se estressar muito com isso, contrate um contador ou busque mais informações com amigos ou na internet. Você vai ver que o processo é bem simples e vale muito a pena.

E falando em simplicidade, se você quer fazer tudo isso pela internet, sugiro que você conheça o ContSimples, que te permite ter um escritório de contabilidade totalmente online te ajudando em tudo o que precisar.

A minha outra dica é que você se cadastre no meu Clube Vip, assim poderá receber mais novidades e conversar comigo pelo Whatsapp, podendo tirar mais dúvidas e trocar uma ideia.

Agora é com você! E seja bem-vindo ao mundo dos freelancers formalizados!

Pin It on Pinterest

Share This